InícioFAQBuscarPortalMembrosRegistrar-seConectar-se
Acessa já o Guia de Sobrevivência: O Halloween! Clique Aqui
Uma Interação Especial de Halloween foi liberada, Planeje seu circuito!
Moderadores de Grupos, chequem suas caixas de entrada!
Membros dos grupos Forças Armadas, Resistência e Vípers, chequem suas caixas de entrada!
Confira o Status de Mundo e descubra como estão as localidades do RPG!
Não esqueça de se inscrever para o 1º ano, clique aqui!
Uma explicação inicial sobre a Reforma do RPG foi liberada! Para acessar, clique aqui!

 

 Terras Altas da Escócia

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8
AutorMensagem
Diretor Alvoros Grunnion
Diretor
Diretor
Diretor Alvoros Grunnion

Patrono : Fênix
Bicho-papão : Diretor

Perfil Bruxo
Escola/Casa: Corvinal
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

Terras Altas da Escócia - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Terras Altas da Escócia   Terras Altas da Escócia - Página 8 I_icon_minitimeSeg 14 Jan 2013 - 20:48

Relembrando a primeira mensagem :

Terras Altas da Escócia

Escócia


Terras Altas da Escócia - Página 8 Olivier

As Terras Altas são uma zona montanhosa do norte da Escócia, onde o catolicismo permaneceu influente ao longo da História da Escócia. As Terras Baixas, por outro lado, são um bastião do protestantismo . Politicamente, as Terras Altas caracterizavam-se até ao século XVIII por um sistema feudal de famílias poderosas, os famosos clãs escoceses.

Fonte: Wikipédia

OBS.: Local protegido pela lista de Lugares Protegidos



RPGHogwarts.org


Alvoros Grunnion
Diretor da Escola de Magia e Bruxaria de  Hogwarts


Ações
- Falas
"Falas de outros personagens"
"Pensamentos"
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Faye Gebühr Wichbest
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Faye Gebühr Wichbest

Patrono : Coywolf
Bicho-papão : Enlouquecer

Perfil Bruxo
Escola/Casa: Corvinal
Ano Escolar: Formado
Varinha: Pelo de Rabo de Testrálio, Carvalho, 26cm, Inflexível.

Terras Altas da Escócia - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Terras Altas da Escócia   Terras Altas da Escócia - Página 8 I_icon_minitimeSeg 31 Ago 2020 - 13:09

The Magic Bond
F
aye quase chegou na parede. Ao perceber Jared se aproximando ela não resistiu em dar um passo para trás, mas lembrou-se de se manter firme. Aquilo ainda era uma negociação, sem falar que ficar demonstrando fraqueza perante aquele homem não fazia jus a quem era Faye de verdade. Ela era uma pessoa que enfrentava e ele não tinha sido o primeiro perigo da vida dela. Embora tenha sido o mais... Não, Faye não queria pensar. Agora não era hora de ficar pensando na desgraça. Jared quis sussurrar no ouvido dela, se aproximando e invadindo completamente aquilo que chamam de espaço pessoal. Apesar de querer muito afastar-se, ela continuou ali, parada e tão rígida quando uma árvore. Seus olhos se fecharam com a dor que ela sentiu nos fios sendo puxados. A primeiro momento ela até tentou resistir ao puxão, fazia parte do seu reflexo, mas logo em seguida deixou-se levar, concluindo que não era o melhor momento de ficar fazendo desafios. Jared tinha lido a raiva dela, afinal. Depois disso, ainda ameaçou colocando a ponta de sua varinha no pescoço de Faye. Apesar de ter engolido o seco neste momento e olhado para o pedaço de madeira mágico, algo dizia Faye que se Jared fosse matar ela com certeza não seria com uma varinha. Pelo que ela tinha visto quando teve suas unhas arrancadas, Jared era uma pessoa que gostava de... Brincar. Nem por isso a ameaça de dar garantia para um corpo era menos efetiva, Faye sempre soube que ela não teria muita escolha quando a isso, ainda sim, tinha que tentar por alguma garantia naquela história. Faye também queria vencer com o acordo, pelo menos vencer um pouco que fosse. Era aquilo que chamam de desespero, ele só estava focado em um objetivo neste momento. Com certeza Faye iria gastar um bom tempo chorando quando não precisasse encarar Jared. De repente ficar sozinha naquele quarto não parecia uma má ideia de acontecer mais uma vez.

Ao ser soltada, Faye endireitou-se, mexendo nos cabelos que tinham sido a recém pegos, seu olhar voltando a fitar Jared quando ele disse que já tinha pensado nisso, perguntando a Faye se ela já tinha ouvido falar de um Voto Perpétuo. Ao ouvir essas duas palavras, seu corpo começou a sentir um calafrio de nervoso. Ela sabia bem o que era um daqueles votos, tinha estudado na escola. Sétimo ano se ela se lembrava bem. Um voto que caso a pessoa descumprisse o prometido, ela morreria. No fim das contas, Faye ainda teria a possibilidade de morrer, mas pelo menos seria por uma escolha dela, não porque Jared resolveu que ela não é mais interessante. - Eu conheço bem. - Faye respondeu, seu tom um pouco baixo. Realmente, tinha sido um choque pensar que iria fazer um daqueles votos. Quando aprendeu sobre eles, achou que nunca iria fazer um em toda a sua vida, nem mesmo quando fosse se casar. Faye era fiel, mas vai que né? - Vamos... Fazer um. - Ela disse um tanto receosa, sua pose de negociadora vacilando. Pensar que ela e Jared teriam uma ligação mágica para toda vida era bem estranho e nada legal. Nessa altura do campeonato, se Faye ainda quisesse ter uma vida no mínimo normal, essa era a sua única escolha.


I can feel it in your voice, ever so sweet, no! Do I really have a choice? No, no, no!
Terras Altas da Escócia - Página 8 CARo7iG
Terras Altas da Escócia - Página 8 IEwmlY5
Terras Altas da Escócia - Página 8 YJasEHr
Faye Zayas
Gebühr Wichbest
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jared L. Siphron
Mercenário
Mercenário
Jared L. Siphron


Perfil Bruxo
Escola/Casa: Durmstrang (Escandinávia)
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Pluma de Basilisco, Videira, 31cm, Flexível.

Terras Altas da Escócia - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Terras Altas da Escócia   Terras Altas da Escócia - Página 8 I_icon_minitimeQua 2 Set 2020 - 18:55

sacramentum

unbreakable promises
with Faye Gebühr Wichbest
Jared conseguia ver os pensamentos passando pelos olhos de Faye após suas palavras. Um voto perpétuo era algo perigoso, afinal de contas. A demora para responder que conhecia dizia muito, e o tom baixo e subduzido. Ela parecia receosa, mas aceitou, para a diversão de Jared, que deu um sorriso. — Huh, achei que iria ter que te convencer mais. — Ele disse, cruzando os braços. — Bem- eu voltarei mais tarde para resolvermos isso. — O mercenário informou. Ele tirou algo do bolso magicamente ampliado, era uma sacola de uma rede de mercados famosa, e jogou na cama. — Não se divirta muito se mim~ — Ele cantarolou, antes de sair. A sacola continha três sanduíches e duas garrafa de chá gelado, melhor que as porcarias que Jared havia deixado no quarto antes. Jared saiu da sala - ele precisava escrever e imprimir o contrato que ele usaria para o voto perpétuo. Haviam muitas cláusulas que eles tinham conversado para ele só "falar" elas durante o voto.

Jared não voltou até o dia seguinte, apesar de suas palavras. Parcialmente porque ele se divertia com a ansiedade que toda essa situação deveria estar causando em Faye. Quando ele voltou, Jared fechou a porta após pedir para Angelina - quem Jared havia convidado para selar o voto - esperar no corredor para ele lidar com Faye primeiro. — Heeey- Fay. — Jared disse alegremente, com uma folha de papel na mão, estendida para Faye pegar. — Eu trouxe um contrato para o nosso... pequeno acordo. — Seus olhos estavam cheios de diversão. Jared estava aproveitando muito aquilo.



JARED SIPHRON
He lives down in a ribcage in the dry leaves of a heart.
N I E R U

Voltar ao Topo Ir em baixo
Faye Gebühr Wichbest
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Faye Gebühr Wichbest

Patrono : Coywolf
Bicho-papão : Enlouquecer

Perfil Bruxo
Escola/Casa: Corvinal
Ano Escolar: Formado
Varinha: Pelo de Rabo de Testrálio, Carvalho, 26cm, Inflexível.

Terras Altas da Escócia - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Terras Altas da Escócia   Terras Altas da Escócia - Página 8 I_icon_minitimeSab 5 Set 2020 - 2:08

The Magic Bond
M
e convencer mais? Me subestima. Faye pensou, mas preferiu não falar nada. Eles estavam caminhando para o final do acordo e Faye não gostaria de estragá-lo. Se ela ficasse questionando poderia perder a oportunidade, no caso, era uma oportunidade muito boa. As coisas estavam caminhando bem para ela, quer dizer, o máximo bem que podiam naquela situação. Nada na vida é perfeito, não é mesmo? A gente se contenta com o que tem. Depois disso, Jared disse que iria voltar mais tarde para que eles pudessem resolver aquilo, além de dar uma sacola com alimentos para ela. Sanduíches e garrafas de chá. Faye, em alguns minutos, ficou olhando para a porta na qual Jared saiu, se perguntando porque ele agia daquele jeito. Quer dizer, porque uma pessoa tortura outra, faz matar outra e depois da comida? Não é lá muito normal ou compreensível. De toda forma, Faye iria apreciar estes naquele dia e no que iria se seguir, assim como chegaria perto do final do livro do Drácula e também gastasse certas horas chorando. No fim das contas, Faye não ficou mesmo se divertindo sem Jared, aliás, ela ainda continuava uma forma de fuga, embora não tenha encontrado nenhuma.

Eventualmente Jared apareceu outra vez, o que era ruim porque era Jared, mas era bom porque finalmente iriam selar aquilo de uma vez. No entanto, antes de mais nada, Faye fechou o seu canal empático porque era realmente um porre ter que ficar aguentando os sentimentos de diversão sádica daquele homem. Faye estava lendo o Drácula mais uma vez quando o homem se fez presente, tendo que fechar o livro para, de forma desconfiada, pegar o papel que ele oferecia. Era um contrato para o acordo que eles tinham feito. Se não fosse trágico, Faye estaria dando risada sobre como maníacos malucos também fazem contratos. Faye meteu o papel na cara para ler (afinal, estava sem seus óculos) e certificaria-se de ler cláusula por cláusula, nem que isso gastasse mais tempo do que Jared teria paciência em esperar. Não que fosse um contrato enorme de toda forma, ele só tinha uma folha. De toda forma, Faye verificou tudinho para que Jared não tentasse lhe passar a perna em algum momento do voto, afinal, ele custava a vida, muita coisa em jogo. Depois de ler e averiguar tudo, ela voltou seus olhos para o homem. - Parece que a sua memória é boa, está tudo aqui. - Ela falou como se estivesse sentenciando a si mesma. De certa forma estava, pois era agora que a sua jornada com Jared realmente iria começar... E provavelmente não iria acabar até que um dos dois morressem.


I can feel it in your voice, ever so sweet, no! Do I really have a choice? No, no, no!
Terras Altas da Escócia - Página 8 CARo7iG
Terras Altas da Escócia - Página 8 IEwmlY5
Terras Altas da Escócia - Página 8 YJasEHr
Faye Zayas
Gebühr Wichbest
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jared L. Siphron
Mercenário
Mercenário
Jared L. Siphron


Perfil Bruxo
Escola/Casa: Durmstrang (Escandinávia)
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Pluma de Basilisco, Videira, 31cm, Flexível.

Terras Altas da Escócia - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Terras Altas da Escócia   Terras Altas da Escócia - Página 8 I_icon_minitimeDom 13 Set 2020 - 1:28

sacramentum

unbreakable promises
with Faye Gebühr Wichbest
Faye estava com o papel quase colado no rosto, e Jared achava isso adorável, vagamente se perguntando se ela tinha algum problema de visão. Ela parecia estar prestando muita atenção, e Jared se divertiu com isso, sabendo que tinha sido propositalmente complicado ao escrever as coisas naquele contrato, sem alterar a mensagem. Era só para ser irritante mesmo - Jared gostava desse aspecto do seu hobby. Após ler tudo, Faye concordou dizendo que ele tinha lembrado de tudo, e Jared soltou uma risada. — Você sabe ser bem ofensiva quando quer. — Como um pinscher mostrando os dentes. Adorável. Jared balançou a cabeça e voltou até a porta, abrindo-a com um sorriso. — Hey Lina! Tudo pronto para você ajudar aqui. — Jared chamou sua chefe alegremente. Angelina adentrou o quarto, observando tudo. Jared estava sorrindo, meio tenso, enquanto deixava Angelina observar e falava com Faye. — Ela é minha chefe. Pessoa mais confiável não existe. Bem, de pessoas que eu conheço ao menos. — Angelina voltou sua atenção para eles. — Okay.... Ah... Vocês precisam sabe, dar as mãos. — Ela disse, com um sorriso amarelo.

Jared olhou para Faye, sorrindo, e estendeu a mão. — Vamos lá, princesa? Vamos fechar esse acordo? — Jared disse, com os olhos brilhando de malícia.



JARED SIPHRON
He lives down in a ribcage in the dry leaves of a heart.
N I E R U

Voltar ao Topo Ir em baixo
Faye Gebühr Wichbest
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Faye Gebühr Wichbest

Patrono : Coywolf
Bicho-papão : Enlouquecer

Perfil Bruxo
Escola/Casa: Corvinal
Ano Escolar: Formado
Varinha: Pelo de Rabo de Testrálio, Carvalho, 26cm, Inflexível.

Terras Altas da Escócia - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Terras Altas da Escócia   Terras Altas da Escócia - Página 8 I_icon_minitimeSeg 14 Set 2020 - 3:16

The Magic Bond
V
ocê nem viu nada. Faye pensou, olhos estreitos na direção de Jared. Se ele estava achando aquela frase ofensiva, que por sinal, nem tinha sido pronunciada tanto para ofendê-lo, então ele podia esperar que havia muito mais de onde veio. A claro, Faye bem sabia que não era prudente xingar o maníaco, mas pelo menos, a partir daquele momento, teria algumas garantia tipo não morrer nem ter sequelas permanentes. É, Jared tinha sido bem rebuscado na hora de escrever o contrato, o que fez Faye se perguntar se ele tinha alguma coisa com o estilo barroco, arcaico ou se era puramente para irritar e ser complicado. Faye estava mais inclinada para o último, ao julgar como ele estava todo felizinho e pimposo. Nem precisava usar empatia para ver isso. Tão logo, Jared chamou a pessoa que seria a avalista do voto que fariam, a tal da "Lina" que entrava pela porta e era apresentada como "minha chefe" pelo Jared. Faye não pode deixar de olhar de cima abaixo aquela mulher e pensar. Essa é a sua chefe? Foi até impossível não franzir a testa. Sabe, a mulher até parecia boa pinta com aqueles cabelos coloridos, roupas soltas e também coloridas. Não parecia nada amedrontadora, criminosa ou maníaca quanto Jared. Só que neste mundo, como todo mundo bem sabe ou deveria saber, aparências enganam. Aquela mulher ainda estava ali, prestes a fazer o que iria fazer, se era a chefe de Jared e estava disposta a fazer aquilo (ele deve ter explicado minimamente para ela), então por baixo daquela festividade de aparência havia algo sombrio.

Ouvir da boca daquela mulher que Faye e Jared teriam que dar as mãos não era agradável, mesmo que Faye soubesse que isso fazia parte do voto perpétuo, afinal, ela tinha estudado a teoria deste feitiço na escola. Ouvir da boca dele era ainda pior. Ele estava ali, estendendo a sua mão para ela, usando apelidinhos, os olhos brilhando. Ah, era como se ele estivesse ganhando e isso descia amargo em Faye. Só que ela iria responder, pelo menos dessa vez. Estavam prestes a fazer um acordo, tinha até outra pessoa lá dentro e Faye acreditava muito que Jared não iria dar para trás por uma fala petulante da parte dela. - Meu nome não é princesa. - Faye disse, estendendo a mão e pegando na dele de forma firme. Aquele aperto que estava dizendo claramente "não estou nada contente". Os olhos de Faye também diziam isso, estreitos, ela não era nada boa em disfarçar.


I can feel it in your voice, ever so sweet, no! Do I really have a choice? No, no, no!
Terras Altas da Escócia - Página 8 CARo7iG
Terras Altas da Escócia - Página 8 IEwmlY5
Terras Altas da Escócia - Página 8 YJasEHr
Faye Zayas
Gebühr Wichbest
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ezreal Brandt Lymere
Funcionário do Pasquim
Funcionário do Pasquim
Ezreal Brandt Lymere

Bicho-papão : Solidão e cobras

Perfil Bruxo
Escola/Casa: Corvinal
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Pelo de Unicórnio, Aveleira, 28 cm, Maleável

Terras Altas da Escócia - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Terras Altas da Escócia   Terras Altas da Escócia - Página 8 I_icon_minitimeSeg 14 Set 2020 - 22:01


Eu estava nas Terras Altas da Escócia e, bem, o que isso significava pra mim? Absolutamente nada, mas depois de alguns problemas com trouxa, senti um pouco de falta em passear por algum lugar que não precisava esconder minhas origens bruxas, então, na Grã-Bretanha, o melhor lugar para um mago viver era próximo da Escócia, pois com o clima ruim da região e as montanhas, você poderia usar a localização do país como uma boa desculpa para qualquer coisa de errado que acontecesse ao seu redor e, se seu nível de persuasão não fosse tão ruim, provavelmente acreditariam em você. Além disso, da vontade em respirar novos ares, eu tinha um outro objetivo por estar ali, sim: minhas pesquisas mais recentes indicavam que o Monstro do Lago Ness havia sido transferido há muito tempo do Lago Ness, o que ocasionou em buscas inúteis naquela quantidade de água, pelos dois lados. Sempre lia nos jornais locais que os trouxas, ocasionalmente, investiam dinheiro para investigar o que havia escondido lá, mas eu também conhecia alguns bruxos que haviam feito o mesmo.

De qualquer forma, enquanto caminhava por um morro em outro, sem me importar muito com a passagem de tempo, pensava em algumas teorias que poderia usar para encontrar aquele monstro desaparecido: a primeira era de investigar alguns livros antigos, para ver se algum autor comentava sobre uma enorme criatura de escamas fazendo uma viagem de um rio para o outro e a outra, que seria um pouco mais difícil, envolvia estudar o próprio lago do Monstro Ness com o auxílio de magia, mas ao invés de tentar descobrir se ele ainda estava lá dentro, eu optaria por uma abordagem diferente. Tentaria ver se havia algum vestígio de que se o monstro, caso realmente tivesse vivido ali em um momento de sua vida, havia tentado fugir do local onde estava, como elevações diferentes na terra ou alguma escama que tivesse sobrevivido as provações do tempo. Assim, na minha mente, fazia um pouco de sentido pensar daquela forma, pois a criatura que procurava deveria ter medidas colossais, então, uma migração, mesmo que muito antiga, deixaria vestígios.

De qualquer forma, soltei um suspiro e quando olhei para cima, notei que o sol havia me abandonado há muito, por isso, foi naquele momento que decidi ser uma boa ideia ir embora e, calmamente, saí dali.

[/quote]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jared L. Siphron
Mercenário
Mercenário
Jared L. Siphron


Perfil Bruxo
Escola/Casa: Durmstrang (Escandinávia)
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Pluma de Basilisco, Videira, 31cm, Flexível.

Terras Altas da Escócia - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Terras Altas da Escócia   Terras Altas da Escócia - Página 8 I_icon_minitimeOntem à(s) 2:53

sacramentum

unbreakable promises
with Faye Gebühr Wichbest
Os olhos de Jared brilharam quando ela reclamou do apelido. — Oh, eu sei. Se fosse eu não estaria te chamado assim. — Seu tom diminuiu, mais baixo, perigoso. — E te chamar assim é o mínimo que eu posso fazer... Não me teste. — Ele avisou Faye porque, honestamente, sua paciência não era infinita. — Vamos começar, então? — Angelina começou então a falar. — A coisa é bem simples, quando o lance começar, você tem que falar a proposta e ela tem que se aceitar em seguida, depois inverte. Enquanto eu estiver fazendo o feitiço, não posso ficar falando com vocês, preciso me concentrar, então, sejam bonzinhos. — Jared soltou uma risada com isso, de bom humor renovado. — Sem problemas, chefinha! Vamos lá. — O feitiço começou e as "cordas" surgiram, prendendo as mãos e braços de Jared e Faye. — Você, Faye, promete seguir o contrato que fizemos, independente do estado do papel que as palavras foram escritas? — Jared disse, com um sorriso. Ela não tinha como dizer não, afinal de contas. Essa era a situação.

Faye concordou, e as cordas pararam próximas ao coração deles, se desfazendo assim que Faye concordou. Jared soltou a mão de Faye, com os olhos brilhando. — Ótimo, ótimo. Obrigado, Lina. — Jared disse, alegremente. — A mala está aberta se quiser ir- eu vou só esclarecer algumas coisas com a princesinha aqui e já saio. — Jared esperou Angelina sair antes de se voltar para Faye, com os olhos ainda brilhando, mas definitivamente sem diversão agora. — Você pode ter notado que o contrato não dizia nada sobre falar sobre a minha chefe... Mas eu não preciso nem falar que você não vai gostar do resultado se você abrir a boquinha, não é? — Ele deu um sorriso doce. — Eu trabalho com pessoas perigosas, não teria que quebrar minha parte do acordo pra lidar com isso, capiche? — Essa parte era extremamente importante, afinal de contas. Não que Faye soubesse muito sobre Angelina para ser um problema, mas ele queria deixar... bem claro para a cabecinha inteligente dela o que aconteceria se ela decidisse falar demais.



JARED SIPHRON
He lives down in a ribcage in the dry leaves of a heart.
N I E R U

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Terras Altas da Escócia - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Terras Altas da Escócia   Terras Altas da Escócia - Página 8 I_icon_minitime

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Terras Altas da Escócia
Voltar ao Topo 
Página 8 de 8Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Ilhas Britânicas :: Norte da Grã-Bretanha-
Ir para: