InícioFAQBuscarPortalMembrosRegistrar-seConectar-se
Alunos do 1º ano - Não deixem de participar da travessia: part 1, part 2, part 3 e part 4 !
Vaga aberta para professor de Ética Bruxa.
Clique aqui e inscreva-se já no grupo do 1º ano, as aulas começam dia 15 de Julho!
Quer escrever um livro para o RPG, mas não sabe como? Clique aqui e confira como!

Compartilhe | 
 

 Lago Ness

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
Diretor Alvoros Grunnion
Diretor
Diretor
avatar

Patrono : Fênix
Bicho-papão : Diretor

Perfil de Quest
Escola/Casa: Corvinal
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Lago Ness   Seg 14 Jan 2013, 20:48

Lago Ness

Highland, Escócia



O lago Ness (Loch Ness) é um lago de água doce localizado em Highland na Escócia, de forma estreita e alongada com cerca de 37 quilómetros de comprimento. O lago ocupa uma área de cerca de 56,4 km² e tem uma profundidade máxima de 226 metros. A visibilidade da água é extremamente reduzida devido ao teor de turfa dos solos circundantes, que é trazida para o lago através das redes de drenagem. Pensa-se que o lago Ness tenha sido modelado pelos glaciares  da última era glacial.

Fonte: Wikipédia

OBS.: Local protegido pela lista de Lugares Protegidos.



RPGHogwarts.org

_________________
Alvoros Grunnion
Diretor da Escola de Magia e Bruxaria de  Hogwarts


Ações
- Falas
"Falas de outros personagens"
"Pensamentos"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Koily Loops
Prisioneiros
Prisioneiros
avatar


Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Sab 23 Fev 2013, 12:36

Andava pelo Lago Ness, quando observei animais sendo feitos no lago. Isso só poderia ser coisa de algum bruxo.. Logo, fui até o local próximo à Torre do Castelo e vi uma jovem ali, ela era a responsável pelos animais. Sorri e apontei para o lago.
- Glacius.
Quando o feitiço entrava em contato com a água, uma reação em cadeia ocorria, congelando grande parte do lago, sendo ela onde estávamos, a água não poderia ser controlada. Ainda sorrindo, olhei pra ela e disse.
- Brincar com água é até bacana, mas no verão.
Em seguida apontei para minha esquerda, à uma distância segura.
" Ignotus Gaubracianus"
Mantive a chama parada enquanto aguardava qualquer reação dela, e disse.
- Que tal uma brincadeirinha?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Koily Loops
Prisioneiros
Prisioneiros
avatar


Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Sab 23 Fev 2013, 12:43

Sorri e falei.
- Jamais esqueceria de alguns detalhes.
Logo apontei para uma das paredes das torres.
- Carpe Retractum.
Me puxei para a parede, vendo o dragão errar o ataque. E logo apontei para a cobra que seguia em minha direção.
" Ignotus Glaciare"
A cobra era queimada, e logo o feitiço seguia em direção ao meu oponente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Koily Loops
Prisioneiros
Prisioneiros
avatar


Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Sab 23 Fev 2013, 12:44

OFF: Queimada? WTF? Congelada. '-'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Koily Loops
Prisioneiros
Prisioneiros
avatar


Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Sab 23 Fev 2013, 12:50

OFF: Que apelão, se é assim..

ON: Logo, apontei para minha frente, numa altura de 10cm do chão.
" Conjurius Army "
Conjurei um muro de aço que possuia "dentes" de 8cm na parte de baixo e quando caiu no chão, fixou-se de forma absoluta. O muro pesava 75kg, e era de aço. A água batia no muro e passava pelos lados. O mesmo acontecia com a cobra. Em seguida saí de trás do muro e apontei para o Expelliarmus.
- Commoror Virga.
Sorri, só defendendo, por enquanto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Koily Loops
Prisioneiros
Prisioneiros
avatar


Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Sab 23 Fev 2013, 12:52

Saio do local.

OFF: WTF? '-'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Philippus Mekhet
Sonserina
Sonserina
avatar


Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: 1° Ano
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Dom 23 Jun 2013, 08:24

Criança


Philippus Mekhet
 

 Já fazia um ano que saímos da Alemanha, meus pais alugaram um apartamento em Highland na Escócia, era uma pena pois eu queria estudar em Durmstrang. Saí de casa pelo amanhecer e me sentei sobre o gramado na frente do Lago Ness, fiquei pensativo sobre oque me aguardava, ouvi histórias sobre a escuridão que pairava no mundo bruxo nesses últimos anos, meu pai não gosta de falar sobre isso, mas eu realmente sou interessado sobre certos assuntos que minha mãe não ousaria falar nem em seus piores devaneios, eles escondiam algo de mim, isso era fato. 

-Cof, cof.

Uma gripe me atingia, afinal, eu estava sem blusa em um tempo frio como aquele. Continuando, a única coisa que sei sobre os dois são descobertas que fiz em livros com páginas rasgadas, aquele livro era tão velho quanto o meu tataravô, graças a Merlin que consegui ler pelo menos algumas coisas sobre eles. Meu pai é um grande criador de varinhas e mestre em defesa contra as artes das trevas, já minha mãe é mestre em feitiços e poções. Bisbilhotando uma vez no escritório de meu pai, achei um livro que contava sobre varinhas especiais, não me interessei muito, mas atrás daquele livro eu achei o ''Inicio do DCAT'', a origem dos bruxos e também a origem de minha família na Idade das Trevas. E pensar que nós bruxos viemos da criação de um ser que os trouxas chamam de diabo, e Merlin é o filho direto desse ''chifrudo'' e mais incrível ainda que minha família descende de Merlin. A minha linhagem ao longo dos anos lutaram contra as artes das trevas, não é incrível que eu tenho me interessado por isso.

Minha mente já estava longe, finalmente abri os olhos, me vi deitado no gramado, já era quase meio dia, me levantei e me dirigi para casa para almoçar, tive um leve pressentimento de estar sendo observado, olhei para trás e não vi ninguém, impressão minha ? Continuei a caminhar, chegando na frente do condomínio passei pelo porteiro e me dirigi a meu bloco e em seguida ao meu apartamento, meus pais já estavam planejando a próxima viajem, iriamos nos mudar de novo, eu não ligava mas, já que logo iria receber a carta de alguma instituição e criar minha própria história, tenho apenas 11 anos mas meus desejos já são imensos.


 










 

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ninive K. Krochan Stavros
Professores
Professores
avatar

Patrono : Tubarão-cinzento-dos-recifes
Bicho-papão : Sereianos

Perfil de Quest
Escola/Casa: Ilvermorny (EUA)
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Salgueiro, 26 cm, Rígida, Corda de Coração de Dragão.

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Qua 26 Fev 2014, 23:04

The Various Shades Of Yellow
Se Nin acreditava sobre a criatura que vivia ali? Quem sabe sim, para ela toda lenda tinha sua parte verdadeira e sua parte falta, talvez realmente existisse um mostro ali, talvez a parte verdadeira da história seja apenas um bando de marinheiros irresponsáveis que se afundaram naquele lago e nunca mais foram encontrados, dai o povoado resolvesse colocar a culpa em um mostro fictício, Ninive não sabia qual era a verdade, mas gostava de acreditar que ali realmente existia um grande monstro. Andava no meio de uma espécie de 'canyon', andava numa passarela que se instalava nas paredes das montanhas, ziguezagueava de uma a outra, abaixo de si havia as águas do lago. Por ali caminhavam vários trouxas turistas, e acredite ou não, tinha um bêbado entre eles, Ninive se perguntava porque um bêbado escolheria vim para um o 'mini canyon' de um lago em vez de ir para outro bar e beber mais. Vai saber o que se passa na mente dessa gente. Ninive sorriu pela ironia de seu próprio comentário, se quisesse saber o que passava na cabeça daquela pessoa ela poderia, mas não estava afim de gastar sua energia para ver a cabeça de uma pessoa como aquela. Na verdade, ela achou que não ia recorrer a habilidade naquele dia, mas a vida surpreende, e sendo uma pessoa que não aceita não lembrar de alguma coisa, teve que usa-la, o único problema é que tinha dado errado.

Ninive estava aquele dia no lago apenas para sair um pouco de hogwarts, dar um tempo de todo aqueles afazeres e ficar preparando hologramas para suas aulas, ela concluiu que ali seria um belo lugar, mas acabou lhe dando medo, medo de não saber mais usar sua habilidade. Do outro lado da passarela ela viu um homem, tinha cabelos loiros, quando o sol batia neles, os fios mostravam diversas coloração, aquilo era bonito demais, e raro, tinha feições normais. Poderia ser qualquer homem normal atraente, mas para Ninive era alguém familiar. Ela se debruçou no parapeito da passarela e abriu seus arquivos mentais, procurando aonde tinha visto aquele homem dos cabelos vários-tons-de-amarelo, se esforçava para saber, tinha que saber, mas não encontrava nada, nem ao menos uma pista, uma memoria passageira da onde tinha visto ele, mas não adiantara, Nin era a pessoa mais esquecida do mundo, por mais que sua habilidade tivesse a ver com memorias. E falando nas memorias, não tinha outra alternativa para descobrir logo da onde o conhecia, teria que usar sua legilimência, chegaria perto dele, chamaria sua atenção, olharia em seus olhos e veria sua mente, em seguida mandaria-o esquecer do que viu, como sempre fazia. Andou um pouco mais rápido para alcança-lo, andou de seu lado e quando ele parou e se escorou no parapeito, ela o imitou, postando-se do seu lado, não demorou para ele logo querer falar com ela, olhou para o lado, seus olhos se encontrado, perto um do outro, e o mais importante: fixos, era essa a hora, por pensamentos falou a palavra que sempre a ajudou a entrar nas mentes. Legilimens. Ninive esperava que vários pensamentos de outra cabeça a invadissem, mas não, nada tinha ocorrido, sua expressão se tornou assustada, ela sentia que estava ficando pálida na frente daquele cara. - Você está bem? - Ele lhe perguntou. Nin não sabia o que fazer, o que falar, simplesmente saiu correndo o mais rápido que pode.

- Como? Como não pude ver? - Sua voz estava mais alta do que o normal, ela não ligava, ao longe via o bêbado, ótimo, não teria pessoa melhor para testar, correu até o cara atropelando algumas pessoas, olhou para seu rosto e por um momento seus olhos se fixaram, eles não estavam bem focados, efeito do álcool, mas era o suficiente. Legilimens. Na sua mente passou-se memorias que não eram suas, um homem gritando com uma mulher, em seguida esse bebia num bar, enchia a cara literalmente, ela não precisava ver mais para ver o que tinha acontecido com o cara, saiu de sua mente. - Eu ainda sei fazer. - Restava saber porque não conseguia no moço cabelos amarelos. - Oi, ahn, ainda quero saber se você esta bem. - Ninive deu um pulo com aquilo, ela que iria procura-lo agora, não ele que iria acha-la. Isso já aconteceu genia. Nin queria Neftali por ali, mesmo com a gata totalmente independente e fria, se sentiria menos sozinha e envergonhada. - Não foi nada. - E se encaminhou para frente, preparada para sair andando rápido, mas ele segurou a sua mão. Porque está fazendo isso? - Tem certeza? - Ela se soltou de sua mão. - Tenho... - Tinha que perguntar a ele, não conseguia resistir a não perguntar. - Me desculpe, pode ser uma pergunta que não vai fazer o mínimo sentido, mas você é oclumente? - Aquilo seria vergonhoso se o cara fosse trouxa, e constrangedor se ele fosse bruxo. - E eu presumo que seja legilimente, eu vi que alguém tentava ver minha cabeça, era você? Porque? - Ninive se sentiu corar. - Te achei familiar, nada demais, queria saber da onde poderia te conhecer. - Porque está lhe contando a verdade Ninive? Você não faz isso com ninguém, não deve. - Bem interessante, seria legal te ajudar, já experimentou perguntar antes de entrar na mente das pessoas? - Ela não sabia o que responder, queria correr, novamente se pôs a andar rápido para o lado oposto, mas ele a segurou novamente. Porque não me deixa ir?. - Porque você tenta fugir? - Ela o encarou. - Porque você faz tantas perguntas? - Eles sorriram um para o outro.

Ficaram conversando por aquele dia, Ninive não costumava conversar com as pessoas sem olhar sua mente, mas dessa vez não tinha escolha, a noite caiu e eles se combinaram de se encontrar outra vez por ali, não falaram que dia ou hora, o que era estranho, ela teria que vir ali todo o dia mesmo? Parecia um bom desafio. Por fim, antes de ir embora, perguntou-lhe seu nome, era Scott, ela respondeu o dela e então um saiu para cada lado da passarela, Ninive aparatou dali, fazendo um caminho de volta para hogwarts de forma segura. Saiu do local.

_________________
Ninive Justine K.K.S.H.
Conhecida como "a tia", também professora de DCAT, a dona do clube de duelos de hogwarts e uma piromaníaca nas horas vagas
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rodolph Czarevich
Fantasmas
Fantasmas
avatar


Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Qua 05 Mar 2014, 17:53

Cheguei ali no lago ness e logo saquei minha varinha, mirei a mesma em mim mesmo. 

- Desilusionar. 

Então corri 10 metros em linha reta até próximo a um mato próximo, avistei um cobra sucuri. 

- Imperius. 

Proferi a maldição em baixo tom no animal. 
OFF: Seja cautelosa e ataque com investidas a primeira pessoa que entrar aqui, mas espere o meu comando.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rodolph Czarevich
Fantasmas
Fantasmas
avatar


Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Qua 05 Mar 2014, 17:56

OFF: Duelo sem desvantagem com Joey.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Joey Harden Tyrensee
Auror de Campo
Auror de Campo
avatar

Bicho-papão : Chupador de manga graduado

Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Qua 05 Mar 2014, 18:02

ON: Estava sabendo da presença de um ki inimigo no Lago Ness. Cheguei ali sobrevoando o local com minha vassoura e avistei um coboclinho que pela regra do desilusionar ele só fica invisível por três minutos e como estou postando bem depois, sim eu estou vendo ele, n00b.

"Ignotus Gaubracianus"

Então fiz uma cúpula de fogo ao redor dele, essa cúpula não me tocava, mas abrangia grande parte do terreno, fiz com que a mesma fosse diminuindo seu tamanho e queimando tudo, inclusive a cobra boba que ele tinha encantado, fiz o fogo se estreitar até queima-lo vivo. Apontei minha varinha para o solo.

- Regimen Radix.

Comecei a controlar as raízes do local, mas elas não emergiram de imediato, ficaram bem quietinha embaixo do solo.

- Em nome do ministério da magia britânico o senhor está preso

OFF: Duelo com Rodolph
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rodolph Czarevich
Fantasmas
Fantasmas
avatar


Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Qua 05 Mar 2014, 18:04

O feitiço do desilusionar acabou e logo vi aquelas chamas todas vindo em mim, mirei a varinha para ela, sem toca-la. 

"Ignotus Glaciare"

As cancelei e logo mirei a varinha na vassoura do inimigo Joey. 

- Confringo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Joey Harden Tyrensee
Auror de Campo
Auror de Campo
avatar

Bicho-papão : Chupador de manga graduado

Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Qua 05 Mar 2014, 18:07

Minha raízes então brotaram do solo bem embaixo de Rodolph, elas iriam prender suas pernas e seus braços, imobilizando meu adversário, então comecei a voar mais baixo e vi seu feitiço vindo em minha direção.

- Carpe Retractum

Bradei apontando minha varinha para uma árvore ao lado, saltei da vassoura, sendo puxado pela árvore e me desviando do feitiço. Apontei minha varinha então para meu inimigo

"Conjurius Army"

Conjurei vários arames farpados em volta do seu corpo, algo bem bolado
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rodolph Czarevich
Fantasmas
Fantasmas
avatar


Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Qua 05 Mar 2014, 18:09

Quando as raízes começaram a brotar do chão, para mais distante e então mirei a varinhas para as raízes. 

"Ignotus Gaubracianus"

Queimei as raízes e com as chamas que ali ainda estavam, as lancei contra meu oponente. Mirei a varinha para sua conjuração.

- Aresto Momentum. 


Parei a conjuração no tempo por um tempo e corri 20 metros para o lado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Joey Harden Tyrensee
Auror de Campo
Auror de Campo
avatar

Bicho-papão : Chupador de manga graduado

Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Qua 05 Mar 2014, 18:11

Minhas raízes continuaram brotando do solo prendendo suas pernas. Então apontei minha varinha rapidamente para o seu feitiço

"Ignotus Glaciare"

Mandei meu fogo azul no seu fogo vermelho e ambos se cancelaram. Fiquei olhando se ferrar nos meus arames farpados, porque os mesmos estavam em volta do seu corpo e não sei o que ele tentou fazer com um aresto momentum, então ele se fodeu todinho. Então apontei minha varinha rapidamente para ele.

- Petrificus Totalus

Petrificando meu inimigo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Joey Harden Tyrensee
Auror de Campo
Auror de Campo
avatar

Bicho-papão : Chupador de manga graduado

Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Qua 05 Mar 2014, 18:17

Apontei minha varinha para Rodolph petrificado.

- Spiculums Ardens

Mirei certinho no seu pescoço e nos seus olhos, fazendo minhas flechas perfurarem seus olhos e seu pescoço. Continuei com a varinha apontada para ele.

"Conjurius Army"

Conjurando uma placa de aço de 100 kg em cima da cabeça dele que caiu e o esmagou.

- Comensal bom é comensal morto Lendo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Joey Harden Tyrensee
Auror de Campo
Auror de Campo
avatar

Bicho-papão : Chupador de manga graduado

Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Qua 05 Mar 2014, 18:21

Aparato dali para a sede dos aurores lindo e absoluto
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Joanne Miller Haraldsen
Fantasmas
Fantasmas
avatar

Patrono : Coelho Lion Head
Bicho-papão : Professora de Trato das Criaturas Mágicas

Perfil de Quest
Escola/Casa: Lufa-Lufa
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Seg 24 Mar 2014, 00:09


Don't you cry tonight
there's a heaven above you, baby

Que tal um lugar já bem famoso por monstros para passar a noite de lua cheia? Seria interessante fazer companhia à Nessie, mas aquilo não estava exatamente em meus planos. Por algum motivo, eu não quis mais tomar a poção. Dava trabalho e eu passei a ser indiferente se machucaria ou não as pessoas. Pensamentos inconsequentes e frios passaram a me preencher na semana que antecedia a lua cheia, e então eu parei de tomar a poção. Claro que permanecer em Hogwarts seria inconsequente demais, então viajei para as terras altas da Escócia. Por causa da ausência da poção, os sintomas da transformação estavam mais evidentes e intensos, e eu não conseguirir desaparatar as pressas se fosse necessário. E, bem, assim que pisei nos arredores do lago Ness, notei que tinha sido uma péssima ideia.

Estava num bosque perto das margens do lago, onde cabanas de turistas, curiosos e caçadores estavam montadas. O lago Ness era um local propício a visitas daquele tipo de gente, e por isso era um local apinhado. Que belo erro de cálculo... Apoiei-me em uma árvore, já ofegante e cansada pela viagem por aparatação. Minha camiseta já estava molhada de suor frio nas costas e meus músculos doíam, fatigados. Ao mesmo tempo meu coração estava acelerado, a adrenalina corria num fluxo forte pelas minhas veias e eu esava inquieta. Tinha que me afastar dali, longe das barracas, longe dos trouxas. Porém, não tive muito tempo... Por mais que eu tivesse corrido o máximo que pude, ainda consegui ouvir os passos e o falatório dos estudiosos que estavam voltando das margens do lago. Cai de joelhos sem suportar mais. Meus músculos estavam queimando e meu peito subia e descia intensamente, arfando por ar. Meu corpo inteiro tremia mais do que jamais havia tremido antes, e as dores estavam muito mais fortes.

O mais estranho era que eu não estava achando, de todo, ruim. Certo que meus dentes doíam de tão forte que eu cerrava a minha mandíbula, numa forma inútil de reprimir os gritos que logo escaparam. Eu já estava chorando e a minha cabeça latejava de forma insuportável enquanto meu rosto se alongava até atingir aquele aspecto animalesco. Mas de alguma forma, eu estava me sentindo viva, de uma forma que eu não vinha me sentindo há meses. Aquela maldição fazia parte de mim e eu tinha usado maneiras de ocultar e de esconder de mim mesma, mas não tinha como! A dor era reconfortante, porque depois de meses eu estava aceitando ser eu mesma. Não tinha como fugir; estava no meu sangue.

O som dos ossos estalando ecoou pelo bosque, mas ainda assim não era mais alto do que os meus gritos. Os pelos já cobriam o meu corpo inteiro, pinicando o meu corpo agora estranhamente grande e musculoso. Minha visão estava turva e embaçada por causa da dor, porém, além de todos os gritos, escutei vozes e passos. "Não... Não, não!" Então, perdi a minha consciência.


_________________

Valar Morghulis: all men must die


Joanne A. M. Haraldsen - T.C.M. 2º e 3º
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Helioth Alaine Kerberos
Sociedade Bruxa - Adulto
Sociedade Bruxa - Adulto
avatar

Patrono : Borboleta Esmeralda
Bicho-papão : O Espelho de Ojesed

Perfil de Quest
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Formado
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Seg 09 Jun 2014, 15:14


Viajando pelo mundo.

A procura de conhecimento com Andrômeda.  

 
 
Um estalo foi ouvido no local, um rapaz com uma pesada capa de viagem, botas, uma roupa um tanto quanto diferente  surgiu no local, perto da margem do lago. Possivelmente pelas suas roupas ele até poderia passar como uma pessoa normal, mas algo mais exótico ainda chamava atenção de quem o visse naquela margem em plena segunda feira. Um gato branco, branquíssimo, estava em seu ombro direito observando todo o local. – Andrômeda! – disse assim que ele pulara rapidamente para o chão. – Pelos deuses, assim iremos chamar muita atenção. – olhei para os lados procurando algum sinal de trouxas por ali, entretanto por sorte não havia ninguém. – Hunf! Não há ninguém mesmo isso é muito bom para o que vamos fazer. – sorri para ele...
 
O dia estava claro, o sol do verão estava iluminando todo o local, o Lago Ness estava com a mesma tonalidade, misticismo e água de sempre. O sol estava entre as nuvens mais mesmo assim continuava a iluminar a beira do lago com maestria. Andrômeda não queria ficar ali por muito tempo, sabia que se aparecesse algum trouxa iria achá-lo fofo e querer pegá-lo no colo e ele se sentira sujo. – Andrômeda, não olhe assim para os cantos. Sei muito bem no que você está pensando e não gosto disso. – ele imediatamente olhou de volta para mim miando em seguida. – Sim, sim. Isso mesmo. Não gosto que você trate os trouxas assim, coitados, eles não tem culpa de não terem nascido com os nossos dons.  – adverti o felino que continuou querendo me fazer pensar o contrário. – Ai, ai, ai Andrômeda. – sorri para ele enquanto observava o redor...
 
Olhando para as montanhas, dava mais uma conferida na lista que tinha acabado de retirar da bolsa que carregava comigo, estava vendo que precisaria recolher algumas coisas e visitar uma velha conhecida que morava em uma parte daquela floresta. – Andrômeda, você tem certeza que quer mesmo ir andando a pé? – perguntei sobre o fato dele ir caminhando com as próprias patas. Sabia que Andrômeda detestava isso. Ele consentiu em ir então nada fiz, apenas me certifiquei se estava tudo ok e rapidamente retirei minha varinha do bolso e fui caminhando com ele para dentro da floresta.  

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Isaac von Habsburg
Lufa-Lufa
Lufa-Lufa
avatar


Perfil de Quest
Escola/Casa:
Ano Escolar: 1° Ano
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Lago Ness   Dom 06 Jul 2014, 22:49

Me sento com Johan perto da margem do lago, onde fazemos um piquenique.
Horas mais tarde saimos de lá.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Lago Ness   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Lago Ness
Voltar ao Topo 
Página 1 de 6Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Ilhas Britânicas :: Norte da Grã-Bretanha-
Ir para: