InícioFAQBuscarPortalMembrosRegistrar-seConectar-se
Novas interações já foram divulgadas! Confira aqui!
Atenção Famílias, uma ficha padrão para o envio de pedido de cômodos está disponível aqui.

Compartilhe
 

 Anagach Woods

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Diretor Alvoros Grunnion
Diretor
Diretor
Diretor Alvoros Grunnion

Patrono : Fênix
Bicho-papão : Diretor

Perfil Bruxo
Escola/Casa: Corvinal
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

Anagach Woods - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Anagach Woods   Anagach Woods - Página 2 I_icon_minitimeQui 12 Jan 2017, 22:53

Relembrando a primeira mensagem :

Anagach Woods

Escócia


Anagach Woods - Página 2 JAMBqy0

Um pântano único com plantas raras e animais. Contem uma rede de caminhos facilmente acessível, incluindo parte das trilhas e pistas para mountain bike, um esporte radical trouxa.

OBS.: Local protegido pela lista de Lugares Protegidos



RPGHogwarts.org


Alvoros Grunnion
Diretor da Escola de Magia e Bruxaria de  Hogwarts


Ações
- Falas
"Falas de outros personagens"
"Pensamentos"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

AutorMensagem
Thea Von Ziegler
Sociedade Bruxa - Adulto
Sociedade Bruxa - Adulto
Thea Von Ziegler

Bicho-papão : Fica dependente do meu pai

Perfil Bruxo
Escola/Casa: Sonserina
Ano Escolar: Formado
Varinha: Cabelo de Veela, Mogno, 28cm, Rígida.

Anagach Woods - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Anagach Woods   Anagach Woods - Página 2 I_icon_minitimeTer 05 Fev 2019, 10:09

Eu e meu negócio eram duas coisas que colocavam em perigo qualquer ser humano que não fosse eu, eu havia descoberto uma espécie de planta ideal para uma das minhas bebidas soníferas, sim haviam pessoas que bebiam para conseguir dormir e esse nicho era pouco explorado, o que implicava em mais dinheiro. Uma pessoa prestes a casar precisa de dinheiro, então era a soma perfeita. Estava com uma calça jeans até os tornozelos e blusas de manga comprida, além de carregar um par de luvas em meu bolso de trás da calça. Caminhei cerca de cinco metros pela trilha, seguindo as instruções do meu contato, até que vi uma flor que parecia refletir as cores do arco-íris, sorri com essa descoberta e coloquei as luvas que estavam em meu bolso e, em seguida, peguei a minha varinhas. ~Petrificus Totalus! ~  falei e logo a plantinha não era mais um perigo, me agachei e segurei ela pela base e puxei-a de vez, arrancando a planta com raiz e tudo. Peguei um saco daqueles zip-zap e guardei o saco dentro da minha bolsa. Voltei a caminhar e sai dali como se nada tivesse acontecido, só o sorrisinho sacana em meus lábios denunciava algo. Saio dali.


Thea Von Ziegler
#formada em pilantragem  
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
May Hool Stackhouse Snow
Sociedade Bruxa - Adulto
Sociedade Bruxa - Adulto
May Hool Stackhouse Snow

Patrono : Águia-de-Bonelli
Bicho-papão : Lobos

Perfil Bruxo
Escola/Casa: Grifinória
Ano Escolar: Formado
Varinha: Lasca de Casco de Centauro, Choupo-Branco, 26cm, Flexível

Anagach Woods - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Anagach Woods   Anagach Woods - Página 2 I_icon_minitimeQua 06 Fev 2019, 14:28


Orion  

Conseguia entender o que Orion falava, eu sentia que no mundo adulto não existiam segundas chances, ou você aguentava ou recuava. Não era como se eu precisasse trabalhar para me manter, se eu quisesse poderia ficar na loja com meu pai, mas não era isso que eu sentia que deveria fazer. Eu era muito nova e não queria ser comparada a minha irmã mais velha, até porque ela era incrível e eu não sabia se eu seria tanto quanto ela. – Ninguém gosta de ser comparado, minha irmã Cheryl é um sucesso em sua área. Eu faço o mesmo que ela com Poções, mas eu não sei como irei me sair. Ai parece que cria-se uma expectativa que me pressiona a ser boa. – Comentei como um desabafo, fora que minha mãe seguia o mesmo ramo, mas nada tinha sido combinado entre nós a não ser nossos gostos parecidos. – Sem contar que minha mãe entrou como chefe do meu departamento de pesquisa, e eu ainda estou lhe dando com isso. Não quero que comentem que eu entrei ali por ser filha dela, e nem por ser irmã de Cheryl, uma promessa no ramo das pesquisas de Poções. Eu sou a mais nova de toda a equipe e isso me assusta um pouco, porque a expectativa de uma resposta positiva é grande! – Soltei um longo suspiro, achava que nunca ia ter coragem de colocar minhas inseguranças para fora. Com Nate e eu afastados eu não tinha muito com quem conversar, mas ali eu sentia que podia falar porque ele passava por algo parecido, éramos muito jovens e cada um era uma promessa para seu ramo.

Sorri aliviada em poder falar aquilo, num lugar bem inesperado e com Orion, um colega de aula que por sete anos conhecia sem ter muito contato. Ri um pouco do jeito que ele interagia com os animais, não por achar que era um palhaço, mas porque eu achava realmente bom aquele dom. Apenas mostrava como ele era alguém especial! – Eu acho fascinante esse dom. Não se preocupe Diarmuid, eu tenho muitas coisas gostosas em casa para você comer quando aparecer por lá! – Falei para a coruja preta de Orion, não sabia o que a ave tinha falado para Orion, mas por ele falar em pacote pesado achava que era algum tipo de reclamação. – Eu criei essas fichas porque era mais fácil quando eu tinha que ir buscar pacotes, porque como sou a mais nova virei uma espécie de menina de recado por aí! – Falei fazendo uma careta não muito feliz, e eu realmente ia e vinha pegando pesquisas e levando amostra pelos laboratórios do mundo. Descobri que ter aquele tipo de cartão me ajudava demais para entregar nesses lugares. – Preciso ir, foi bom conhecer você e seus amigos fofos! – Acenei para cachorro, em seguida dei um passo em direção dele com os braços um pouco aberto, eu ia dar outro abraço nele.



May Stackhouse Snow Hool
Pociologista da S.I.C.P.V.M. Sobrevivente de Meg Mall. Grifinória e apaixonada por um certo Leão! 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nicolás Álvarez-Castillo
Servidores do Ministério da Magia
Servidores do Ministério da Magia
Nicolás Álvarez-Castillo

Bicho-papão : Doenças, infecções, acidentes graves.

Perfil Bruxo
Escola/Casa: Beauxbatons (França)
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Pena de Agoureiro, Azevinho, 30cm, Maleável

Anagach Woods - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Anagach Woods   Anagach Woods - Página 2 I_icon_minitimeSeg 11 Fev 2019, 01:43

VELHOS CONHECIDOS
— Muitíssimo obrigado! Realmente, não sei o que seria de mim sem o senhor! — Riu uma risada alta e bastante sincera, afinal, não havia nada mais verdadeiro que a sua fala. O homem a quem Nicolás agradecia tinha como nome Galahad Barkridge, um feiticeiro que o jovem conheceu ainda nos seus primeiros anos na ilha. O motivo do encontro, bem lembrava Nicolás, não foi muito agradável, uma vez que se deu a luz de uma doença contraída pela espanhol assim que havia posto os pés no país — o acontecimento quase o fez arrumar as malas e retornar imediatamente a sua terra natal, aterrorizado pela total completa de sorte. Galahad era um dos melhores, se não o melhor curandeiro de toda a Escócia, e por conta disso havia recorrido a ele no momento de sua desgraça. Tinham noites que ele ainda acordava de pesadelos nos quais cerdas feito as de aranhas cresciam ao longo de sua pele, espessas e pontudas. A mera lembrança fazia Nicolás se arrepiar. — Está brincando? Isso é mais do que necessário, está ótimo. — O ministerial se referia ao pequeno saquinho de pano que carregava em sua mão, dentro do qual contia algumas gramas de pelos de unicórnio, que ele pretendia empregar numa de suas poções. O ancião também comercializava alguns itens para poções, e Nicolás gostava de obter do homem aquele tipo de produto em específico — pelos, chifres, dentes, unhas e afins — porque confiava em sua integridade; haviam mercadores que exploravam animais e criaturas, ou fazia uso de redes ilegais que abusavam dos mesmos métodos, para a aquisição desses artigos, e o bruxo com certeza não iria contribuir para aquilo. No final das contas, valia a pena viajar até o pequeno chalé escondido nos confins daquela imensa floresta escocesa.

Quando todas as despedidas foram enfim feitas, Nicolás deixou algumas moedas nas mãos do feiticeiro (com muito esforço, pois o velho sempre parecia relutante a receber qualquer tipo de quantia em dinheiro, o que ele sempre achava engraçado) e tão logo se retirou dali.


álvarez - castillo
Hoy es siempre todavía, toda la vida es ahora. Y ahora, ahora es el momento de cumplir las promesas que nos hicimos. Porque ayer no lo hicimos, porque mañana es tarde. Ahora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ares Fontaine D'Amici
Sociedade Estudantil - Estudante
Sociedade Estudantil - Estudante
Ares Fontaine D'Amici

Patrono : Raposa-cinzenta
Bicho-papão : Perder o controle de seus atos

Perfil Bruxo
Escola/Casa: Grifinória
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Lasca de Casco de Centauro, Espinheiro-Alvo, 31cm, Maleável

Anagach Woods - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Anagach Woods   Anagach Woods - Página 2 I_icon_minitimeDom 31 Mar 2019, 23:57

Instinto. Meu corpo automaticamente se desviou para o lado, ainda que eu tenho me desequilibrado e a besta tombado na árvore. Seu impacto gerou um buraco grande o suficiente para me fazer imaginar o quão ferrado eu estaria se tivesse permanecido no caminho. Corri pela mata, escutando o monstro grunhindo e o som de suas patas reptilianas ecoando pelo carpete. Ele ameaçou outro salto e abocanhou meu longo sobretudo, puxando-me violentamente para trás. Eu podia sentir o odor pútrido de seu bafo e a saliva pingando da boca, mas com determinada dificuldade consegui me livrar da peça de roupa. Agora com uma vantagem posicional, pois a criatura se ocupou em mastigar o pano de meu sobretudo, apontei a varinha e conjurei: - Alart Animals. - Um som inaudível para os ouvidos humanos, mas suficientemente forte para gerar uma onda tremeluzente, alcançou a besta que contraiu os olhos, encolhendo-se em agonia expressiva. Ele demorou apenas alguns segundos para recobrar a consciência e rugiu, espalhando perdigotos por todos os lados. Então deu um imenso salto e conseguiu me derrubar antes mesmo que eu tomasse uma atitude planejada. Seu focinho de leão ficou bem próximo de minha cara, quase o suficiente para arrancar um pedaço do meu nariz. Não lhe faltaram tentativas, mas uma surpreendente força desesperadora surgiu em meu interno, ajudando-me a segurar a criatura com as próprias mãos a tempo de rolar pelos galhos e sentir os cortes em meus braços. Foi quando me reergui e proferi no exato momento que ela deu outro salto. - Petrificus Totalus! - Um jato congelante atingiu seu rosto, espalhando-se em um segundo pelo restante do corpo e petrificando qualquer ação do monstro. Perdi o equilíbrio e cai por trás de um tronco, aproveitando para finalizar em um combo. - Reducto! - O raio poderoso encontrou a estátua petrificada e a reduziu a uma grande explosão de pó. Em apenas um segundo, nada mais tinha restado da besta, senão uma fraca fumaça branca que sumiu tão logo apareceu. Arfando de cansaço e com o coração a mil, estendi os braços no chão e permaneci descansando por alguns instantes. Mais a mil que meu órgão bombeador de sangue, estava apenas o meu cérebro criando teorias para justificar a loucura que tinha acabado de acontecer. Olhando para os lados e dando uma última observada no que tinha restado da floresta, concentrei minha magia e desaparatei dali.


forever & ever more
Hold me close my little Draculove. Wrap your arms around me. Uhh, what did you think when you made me this way? What did you think when you love me this way? Hold me so close when we get to the gates and we'll be together forever and ever and more.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Morgan T. Fallen Wichbest
Jogador do Time da Corvinal
Jogador do Time da Corvinal
Morgan T. Fallen Wichbest

Bicho-papão : Sangue e Ratos

Perfil Bruxo
Escola/Casa: Corvinal
Ano Escolar: 5º Ano
Varinha: Escama de Cauda de Sereiano, Azevinho, 26cm, Maleável.

Anagach Woods - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Anagach Woods   Anagach Woods - Página 2 I_icon_minitimeQua 05 Jun 2019, 10:10


 
[Dia 18 de Junho de 2019, céu aberto e com poucas nuvens]

Havia chegado o dia do casamento de seu pai. Estavam na proximidade de um castelo que Morgan nem lembra mais o nome, não por conta do seu pai – um mero relojeiro – mas pela família de Olivia, eles eram ricos. Todo tipo que compra coisas estupidas de cara, simplesmente por não ter com o que gastar. Porém, a Wichbest desde que nasceu parecia que havia sido anestesiada, nada o que os outros lhe diziam pareciam causar alguma reação e ela sempre tinha um sorriso fraco no rosto – melhor, um sorriso falso. Seu vestido havia sido escolhido a poucas semanas e para ser bem sincera, ela preferia o vestido cinza e com flores bordadas. Esse era simplesmente, ridículo. Nunca em seus cinco mil duzentos e cinquenta e sete dias de vida, Morganna havia vestido uma roupa tão horrorosa. A cor amarela que deixava a menina ainda mais pálida, e parecia aqueles vestidos de princesa de uma ilha do terror, nada na vida poderia ser superar isso, ela ti há certeza disso. Morgan suspirou ao tocar no tecido grosso e esquisito, olhou em sua volta e um bando de mulheres caminhavam em total confusão - Faltam apenas vinte minutos minutos. - uma delas gritou perto de mais do ouvido da menina, que fez sua cabeça zunir. Por todos os deuses, ela estava odiando cada minuto desse dia, segurou a feição de nojo e caiu no sofá que parecia ser uma nuvem de confortável.

Um vento frio fez um arrepio crescer em sua espinha, já havia passado dois anos desde do seu acidente e a descoberta de que estava parecendo aquele menino estranho do sexto sentido – e mesmo assim ela não havia se acostumado com a estranha sensação de quando um espirito vinha lhe visitar. Alguns já lhe eram bastante conhecidos, como o menino que lhe falava obscenidades no meio das aulas, o senhor com cicatriz no rosto que lhe parecia se recusar querer falar com Morgan, e por fim, a figura mais misteriosa de todas, a mulher de branco. Ela sempre aparecia nas situações em que a menina se estressava com o casamento, bufou ao observar ao espirito ao seu lado – que bem diferente das últimas vezes, estava como um sorriso alegre no rosto. Por um instante, Morgan estranhou, mas como não sabia muito sobre os sentimentos de fantasmas em geral, preferiu deixar de lado dando os ombros.

Por minutos a mulher ficou ao seu lado apenas observando o movimento, foram tantos que a menina até mesmo parou de se importar com sua presença. A cerimônia seria daqui trinta minutos, em outras palavras iria demorar uma eternidade – Ela é minha octaneta. - levou um susto ao ouvir a voz da mulher, só para que você meu caro leitor tenho uma ideia, as vozes de espíritos pareciam como um eco bem distante e ao mesmo tempo tão perto que causava tremores. Morgan levou a mão no coração, observando o olhar da mulher que não estava em sua direção, mas sim, sobre Olivia no vestido de noiva. Rapidamente Morganna pode juntar as peças, a mulher de branco era uma parente distante de Olivia – deveria ser por isso que ela estava lhe perseguindo durante esses últimos dias de organização para a festa. A menina não pode evitar deixar um pequeno ohh de surpresa sair de seus lábios finos, como também o questionamento de “O que ela tinha haver com toda a situação?”. Não queria que fosse uma festa grandiosa, mas essa sua esperança havia sido deixada de lado a muito tempo atrás.  Olhou para espectro ao seu lado com um sorriso amarelo e totalmente forçado, só queria ter um pouco de paz – e mesmo essa mulher lhe intrigando, naquele momento Morganna não queria ser levada por usa natural curiosidade e sim, pela melancolia.

-Me faça um favor...- ao ouvir a frase, a menina não pode evitar revirar os olhos azulados. Não queria fazer favores nem para vivos, imagina para mortos. Mas, o comportamento da corvina não impediu que a mulher continuasse – Não deixe que nada estrague esse dia para ela. - sem mais nem menos, o espirito tomou seu rumo para o outro lado da vida ou vai saber para onde, deixando Morgan além de confusa, irritada. Nunca vai conseguir entender esses fantasmas que falassem lhe perseguir, todos tem algum tipo de problema ou história, e normalmente sempre falam coisa que lhe perturbam. Ora essa, ela já era uma adolescente não precisava de outras pessoas lhe colocando pensamentos perturbadores, ela podia fazer isso sozinha, muito obrigada.  

Em um grunhido ela se levantou do sofá e se aproximou de Olivia, ela realmente não queria e culpava sua personalidade naturalmente boa e medrosa - Você precisa de alguma coisa? - disse com a voz fraca quase mesmo falhando, por um momento a mulher de cabelos negros arregalou os olhos surpresa. Morganna nem mesmo falava muito e tinha dias que nem mesmo direcionava a palavra para ela, mas isso era mais pelo fato de não a conhecer o suficiente e não, por pura implicância. Morgan nunca trataria mal por causa disso, ou trataria? – Uma foto com você, seria interessante. O que você acha? - a corvina apenas balançou a cabeça em concordância e enquanto o fotógrafo se ajeitava em sua frente, Morgan ajeitou sua roupa e se ficou ao lado da mulher. Ao sorrir para a foto até mesmo pensou em falar: Se você trair o meu pai, eu te mato. Apenas como alivio cômico, mas pela imagem que a mulher havia dela iria ficar com medo até mesmo de olhar para Morganna ou com vontade de lhe mandar para um hospital psiquiátrico.  

Depois disso, Morgan fez de tudo para não fazer com que aquele dia não fosse um pesadelo para Olivia, não sabia o porquê, mas parecia que realmente havia prometido para a mulher fantasma que iria garantir a felicidade de sua madrasta naquele dia.  A festa realmente só foi acabar depois de oito horas e como seu pai foi direto para lua de mel, Morgan teve que esperar a boa vontade de seus tios para que finalmente pudesse vazar do lugar. E que alivio foi quando ela finalmente foi embora.






UISGE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




Anagach Woods - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Anagach Woods   Anagach Woods - Página 2 I_icon_minitime

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Anagach Woods
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Ilhas Britânicas :: Norte da Grã-Bretanha-
Ir para: